Home Joinville e Região Em tom de despedida, Blumenau conquista o penta Catarinense Feminino de basquete

Em tom de despedida, Blumenau conquista o penta Catarinense Feminino de basquete

Adiee/Avaí fica com o vice e JEC/Ginástico/Sesporte termina com o bronze

por Master
0

É penta. Na quarta-feira (10), o Basquete Feminino Blumenau conquistou o título do Campeonato Catarinense Feminino de Basquete completando cinco anos sem perder uma partida oficial no estado. Desta vez, a vitória foi sobre a ADIEE / Avaí / FME, por 72 a 29, na grande decisão do campeonato, disputada no histórico ginásio do Vasto Verde, em Blumenau. O bronze ficou com o JEC / Ginástico / Sesporte que venceu o S.R. Mampituba / SATC / FME Criciúma por 85 a 43 na disputa de terceiro lugar. A destaque da competição foi Paloma Pereira (JEC / SGJ) e a cestinha foi Luana de Souza (Blumenau).

Soberano ao longo de toda a competição, o BFB Blumenau teve média de 93 pontos e saldo de 60 pontos por jogo. O título coroa a uma temporada histórica em que a equipe conquistou o inédito vice-campeonato da Liga de Basquete Feminino para um time catarinense. Coroa também a maior dinastia da história do basquete catarinense feminino, sendo 11 títulos estaduais em 12 anos – a última derrota foi em 2016, na decisão do estadual, para a equipe de Chapecó.

“É sempre importante conseguir manter uma hegemonia ano após ano, trocando plantel, colocando novos conceitos de jogo e as atletas entendendo, assimilando e melhorando, esse é o nosso desafio e a nossa proposta. Ficamos muito felizes por essa conquista, por isso tenho a agradecer aos apoiadores e especialmente às atletas que se dedicam e seguem evoluindo pra realizar um jogo mais eficiente, mais plástico e mais moderno. Elas são as protagonistas de todo esse trabalho e fico muito feliz à medida que conseguimos transformar o sonho iniciado em 2002 em realidade em 2021”, falou o técnico João Camargo.

A temporada foi especial também para o basquete feminino do estado. Das cinco participantes do Campeonato Catarinense quatro disputam as ligas nacionais. Além do Blumenau na LBF, JEC / SGJ, Mampituba e Basket São José participam do Campeonato Brasileiro da CBB. E para completar, a vice-campeã ADIEE / Avaí, conquistou ouro e prata no Estadual e Regional Sul de basquete 3×3, equipes formadas pelas mesmas atletas.

“Atletas, parabéns. Se a gente trabalha, é por e para vocês. Nós fizemos a nossa parte e vocês honraram seu compromisso com o basquete e deram um show em quadra. Então parabéns às quatro finalistas, aos técnicos que coordenam todo esse trabalho, em especial ao Blumenau, um grande espelho e um exemplo a ser seguido pelo nosso basquete”, falou o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Fábio Deschamps, que destacou a parceria da FCB com a Trimania como a grande responsável por promover as ações do basquete em SC.

Com o fim do Campeonato Catarinense, as equipes que disputam o Brasileiro têm a fase final a partir do próximo sábado, as atletas da ADIEE / Avaí têm o Brasileiro de 3×3, em dezembro, e todas disputam os Jogos Abertos de Santa Catarina.

O até logo de Camargo

Os JASC serão, provavelmente, a despedida do técnico João Camargo Neto à frente do Basquete Feminino Blumenau. O técnico está em negociação com o Sesi Araraquara e o tom de despedida estava presente no ginásio do Vasto Verde, casa onde começou sua trajetória de técnico, em 1985, ainda no masculino.

O projeto do adulto feminino em Blumenau iniciou em 2002. De lá para cá foram 13 títulos estaduais, 13 títulos dos JASC, 9 Sul-brasileiros, 3 Brasileiros universitários e muitas outras conquistas. O vice-campeonato da Liga de Basquete Feminino, conquistado em agosto, foi o a principal conquista deste time.

Desde 1985 em Blumenau, técnico João Camargo deve se despedir da equipe ao fim da temporada – Fotos: Lucas Inácio/FCB

Com esse histórico, João Camargo chegou à Seleção Brasileira como assistente técnico de José Neto, em 2018. Agora, deve seguir sua caminhada para o forte basquete paulista, mas deixa um até logo ao basquete catarinense onde construiu um grande legado. Com isso, foi homenageado por Deschamps e pelo vice-presidente da FCB, Sérgio Carneiro, amigo de longa data.

“As palavras do Fábio e do Serjão fizeram passar um filme pela minha cabeça, em 1985, conquistei meu primeiro título de técnico ainda no mirim e foi no Vasto Verde, começou e termina momentaneamente ali. Uma trajetória que me deixa muito feliz, de muitas conquistas e com o apoio de muita gente. Agora estamos na fase final de negociação e, possivelmente, encaminhando minha vida profissional na cidade de Araraquara, mas em breve damos mais detalhes sobre isso. Por enquanto é agradecer pelos quase 40 anos de vivência aqui em Santa Catarina e estou muito motivado para iniciar esse novo ciclo junto ao Sesi”, completou Camargo.