Home Campeonato Catarinense Guarani é superado pelo Nação, em Canoinhas

Guarani é superado pelo Nação, em Canoinhas

Leão do Contestado é melhor e vence por 3 a 1

por Matheus Deichmann
0

Em jogo cheio de gols, o Nação Esportes venceu o Guarani de Palhoça por 3 a 1, no Estádio Ditão, em Canoinhas. O Leão do Contestado não deu chances ao Bugre Palhocense e venceu com sobras. Os gols foram de Joshua, Arley e Jean Carlos, para o Leão, enquanto Le Petit descontou para o Bugre.

Com o resultado, o Nação vai a 6 pontos, com duas vitórias em dois jogos, ocupando a segunda colocação, empatado em pontos com o primeiro, Camboriú, que leva a melhor no saldo de gols. Já o Bugre cai de quarto para quinto, com 3 pontos em dois jogos.

Confira a tabela completa:

Os próximos confrontos das equipes são contra adversários de peso. O Guarani recebe o Barra, de Balneário Camboriú, no Renatão, no próximo sábado (10), enquanto o Nação enfrenta o Carlos Renaux, de Brusque, novamente no Estádio Ditão, em Canoinhas.

OS GOLS

Aos 22 minutos da primeira etapa, Rafael Silva, zagueiro do Guarani, fez uma falta despretensiosa na intermediária do gramado. O lateral-direito Joshua se preparou para a cobrança, surpreendeu a todos, jogando na direção do gol, e ainda contou com a ajuda do “montinho artilheiro”, para encobrir o goleiro e marcar o primeiro da partida, para o Nação.

No segundo tempo, o Leão do Contestado voltou com tudo. Logo aos 4 minutos, Romarinho fez belíssima jogada pela esquerda e finalizou com força, da entrada da área, explodindo no travessão do goleiro adversário. Na sobra, Arley apenas empurrou para o fundo das redes, marcando o segundo do jogo para o time da casa.

Foi na cobrança de falta que o Guarani diminuiu. Le Petit, de longe, cobrou com perfeição, no ângulo superior esquerdo do gol adversário, marcando o gol de honra do Bugre na partida.

Ainda havia tempo para mais. Quando o cronômetro do árbitro marcava 35 minutos da segunda etapa, Joshua, um dos destaques da partida, fez linda jogada na área, cruzou para Jean Carlos, que apenas empurrou para o fundo das redes, dando números finais ao jogo.

Foto: Gustavo Mejía/Nação Esportes