Home Artes Marciais Projeto promove aulas de capoeira inclusiva

Projeto promove aulas de capoeira inclusiva

Grupo visa a inclusão social através da prática esportiva

por Lúcia Chaves
0

Com milhares de alunos beneficiados, o projeto ‘Magia da Bahia’ promove a inclusão social através de aulas de capoeira para deficientes na Serra Catarinense. O grupo desenvolve desde 2016 nas cidades de Lages e Otacílio Costa, aulas gratuitas de capoeira para alunos com necessidades especiais de todas as idades.

A capoeira envolve indivíduos com habilidades diferentes, respeitando o tempo e possibilidades de cada um.

Não é possível desenvolver-se isoladamente, por ser coletiva. Sua prática também não exige que os alunos atinjam o mesmo nível técnico, apenas que realizem os movimentos em harmonia com seus pares.

Leandro Farias dos Santos, idealizador do projeto e responsável pela sede em Lages, ministra aulas há 20 anos e reparou que praticamente nenhuma escola trabalhava com alunos deficientes.

Foi aí que surgiu a ideia de criar o projeto de parcerias e trabalho voluntário visando a prática esportiva e a inclusão social. “Comecei a ver que nenhuma escola aqui da Serra trabalhava com alunos que tivessem alguma necessidade motora ou psicológica. Então, começamos a trabalhar com surdos e com alunos que estavam na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE)”, comenta.

As aulas em Lages são realizadas na Associação de Moradores do bairro Habitação, nas segundas, quartas e sextas, às 19h. Já em Otacílio Costa, elas ocorrem uma vez por semana.  “Nós trabalhamos com todos, não importa se tem deficiência ou não. Todos são bem-vindos. O grupo Magia da Bahia é aberto a todos”, enfatiza.

Entre as ações, os participantes do projeto têm aulas de libras. “Acredito que é a única escola da Serra Catarinense, hoje, que ensina libras, damos aulas para 30 surdos no Auxiliares Educacionais Especializados (APEs) e o professor ensina libras uma vez na semana para todos os alunos”, explica.

De acordo com o professor, estima-se que o projeto já tenha beneficiado mais de 5 mil alunos com as aulas e os projetos de doação de sangue, cestas básicas, agasalhos, entre outros.

Leandro reforça que a capoeira desenvolve a coordenação motora, a capacidade de raciocínio, além de aumentar a flexibilidade e a capacidade cardiovascular. “E agora está ajudando jovens e adultos a vencerem seus obstáculos, a se sentirem incluídos na sociedade, assim se tornando vencedores”.

Fotos: Divulgação/Magia da Bahia