Home Brusque Brusque e Avaí protagonizam empate emocionante

Brusque e Avaí protagonizam empate emocionante

0 a 0 teve expulsão, pênalti defendido e gol anulado

por Matheus Deichmann
0

Em jogo repleto de chances, Brusque e Avaí não conseguiram balançar as redes no Estádio Augusto Bauer. A bola rolou às 19h desta sexta-feira (3), em confronto válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O grande momento da partida foi aos 10 da segunda etapa. Zé Carlos cometeu pênalti em Getúlio e foi expulso. Na cobrança, Ruan Carneiro, que entrou, defendeu o chute de Edilson e garantiu o 0 a 0.

Com o resultado, o Brusque segue na 13ª posição, com 27 pontos, seis acima do Londrina, primeiro no Z4. Já o Leão vai a 34 pontos e ocupa provisoriamente a sexta posição, mas pode ser ultrapassado na classificação.

Confira a tabela completa:

O jogo

No primeiro minuto de jogo o Brusque já chegou com tudo. Edu recebeu na esquerda, puxou para dentro e bateu de fora da área. O chute levou perigo ao gol de Gledson.

Na sequência, Bruno Alves fez grande jogada pela direita ofensiva e cruzou para Garcez, que não cabeceou como gostaria e jogou para fora.

A primeira chegada do Avaí foi com Vinícius Leite. O ponta avançou pela esquerda e chutou da entrada da área, mas a bola desviou e saiu em escanteio. Tudo isso com 10 minutos de partida.

Aos 12, Zé Carlos lançou do campo defensivo, a zaga do Avaí bobeou. Thiago Alagoano aproveitou para finalizar, em chute que passou muito próximo à meta azul e branca.

A grande chance avaiana na primeira etapa foi barrada por Zé Carlos. Edilson chutou forte, de fora da área, e o goleiro espalmou. No rebote, Copete chutou e Zé fez linda defesa à queima-roupa.

Antes do fim da primeira etapa, o Avaí chegou a balançar as redes do Brusque com Copete. Edilson cobrou falta lateral e o colombiano cabeceou para dentro, mas o auxiliar flagrou o impedimento, que foi confirmado pelo VAR após alguns minutos de revisão.

Segundo tempo

Aos 10 da segunda etapa, Zé Carlos protagonizou o grande lance da partida. O goleiro tentou driblar Getúlio, perdeu a bola e cometeu pênalti em cima do atacante para evitar o gol. O lance chegou a ser checado pelo árbitro no VAR e a penalidade foi confirmada por Marcelo de Lima Henrique, após análise no monitor. Além da penalidade, Zé foi punido com o cartão vermelho.

Para repor a ausência no gol, Ruan Carneiro entrou no lugar de Bruno Alves e defendeu a cobrança de pênalti de Edilson. O lateral cobrou no canto inferior direito e o arqueiro substituto pulou com êxito.

Pouco depois, perto dos 20 minutos, Jersinho ainda fez duas substituições. Alex Ruan e Diego Mathias entraram nas vagas de Bruno Alves e Thiago Alagoano. As mudanças fizeram bem ao Brusque, que deixou de ficar acuado e melhorou na partida. No fim, Marlone ainda entrou na vaga de Edu.

Ainda houve tempo para o Avaí levar perigo para Ruan Carneiro, que foi seguro e garantiu o placar zerado. Gledson, para o Leão, também operou um milagre ao defender chute cara a cara de Marlone, já nos minutos finais.

Próxima rodada

Na 23ª rodada, o Brusque vai ao Paraná para enfrentar o Coritiba, na próxima terça-feira (7) às 19h, enquanto o Avaí recebe o Vasco da Gama, na Ressacada, às 20h de segunda (6).

Foto: Lucas Gabriel Cardoso/BFC