Home FutebolAmador Brusque vai sediar primeira maratona de rua do país pós-pandemia

Brusque vai sediar primeira maratona de rua do país pós-pandemia

1ª Fibra Fisio Marathon terá participação de 300 atletas e presença de maratonista olímpico

por Luiz Mendes
0

O próximo domingo (29) entrará para história da cidade de Brusque. O município vai sediar, pela primeira vez, uma prova de maratona. A 1ª Fibra Fisio Marathon promete movimentar a cidade com a presença de 300 atletas inscritos, vindos de Santa Catarina e outros oito estados do Brasil. A prova terá as modalidades de maratona (42,195km), meia maratona (21,1km), 10km, 5km e é uma realização da Fibra Fisio – maior Centro de Fisioterapia e Reabilitação Esportiva do Brasil instalado em Brusque, com patrocínio da Havan e organização do Centro de Performance e Saúde Grupo do Bay.

A prova tem chamado a atenção do público de corrida, sendo a primeira maratona de rua realizada no Brasil pós-pandemia. Além disso, o evento contará com a presença do medalhista olímpico Vanderlei Cordeiro de Lima e dos jornalistas, youtubers e corredores Gustavo Maia, do ‘Programa Fôlego’ e Sergio Rocha do canal ‘Corrida no Ar’.

“Estou super feliz de poder participar de um evento presencial, sem falar que é uma maratona e temos uma escassez de provas dessa dimensão no Brasil. É um novo mercado, em uma cidade que vai ver um evento dessa magnitude acontecer pela primeira vez”, comenta Maia, que acaba de lançar o livro ‘Em busca da maratona perfeita – uma jornada de 70 maratonas pelo mundo’.

O que mais chamou a atenção de Sergio Rocha para o evento, foi a forma como ele surgiu. Em um cenário pandêmico, com provas sendo adiadas em todo o país, a iniciativa do Centro de Performance e Saúde Grupo do Bay e da Fibra Fisio, que já tinha a intenção de promover uma prova de corrida de rua assim que foi inaugurada em Brusque, vai proporcionar um momento histórico para a cidade e para todos os atletas participantes.

“O Grupo, que trabalhava o Projeto 42k, ou seja, treinava pessoas para correr sua primeira maratona, mesmo com a pandemia arruinando esses planos, conseguiu patrocinadores e apoiadores para fazer a própria prova. Foi isso o que mais me atraiu para participar, é algo que eu nunca vi acontecer antes”, enfatiza Rocha, que é autor do livro ‘100 coisas que todo corredor deveria saber’.

Nos últimos preparativos da prova, o educador físico Felipe Ristow, do Grupo do Bay, revela que a expectativa é a melhor possível. “Chegamos na semana da prova, é o momento em que tudo acontece. Estamos com tudo alinhado com o pessoal do trânsito, que fará a parte de fechamento de ruas e prestará segurança durante o percurso, que estará todo sinalizado.

Além disso, Felipe ressalta que o evento contará com atletas de diversos estados do Brasil, muitos deles chegam já na sexta-feira (27) na cidade. A maratona também vai ter a presença de atletas com uma experiência maior, como também atletas amadores e aqueles que estarão realizando sua primeira prova de corrida.

“É importante dizer às pessoas que queiram assistir a prova, que se localizem em alguns pontos da Beira Rio, sempre com o cuidado de não haver aglomeração. Estamos seguindo todos os protocolos de segurança estabelecidos para o evento, mas ao mesmo tempo sabemos que é importante a presença da população, a fim de dar força e incentivo aos atletas que estarão participando”, complementa.

Entrega de kits e largada da prova

A entrega dos kits aos atletas será realizada no sábado (28) na sede da Fibra Fisio, das 9h às 17h.

A largada da prova acontecerá na estrutura montada em frente à Fibra Fisio, em horários diferentes para cada modalidade e em ondas. Maratona às 6 horas, 21km às 6h30, 10km às 6h50 e 5km às 7 horas. Largarão três atletas a cada cinco segundos.

“Orientamos os atletas a chegarem ao local do evento com quinze minutos de antecedência, devido aos protocolos de segurança, a fim de evitar a aglomeração de pessoas. Todos terão sua temperatura aferida e terão que permanecer de máscara durante o período em que estiverem na arena da prova. Depois da largada, durante o percurso da prova, é opcional o uso da máscara. Na chegada da prova, o atleta receberá uma nova máscara, a medalha de participação e seguirá para área de dispersão”, explica Ristow.

Durante o percurso da prova, os atletas terão pontos de hidratação a cada três quilômetros. Além disso, atletas de meia maratona terão um ponto de isotônico e atletas de maratona, terão dois pontos de isotônico.

Os familiares que estarão assistindo a prova, principalmente na área de largada e chegada, deverão estar atentos ao distanciamento social. A parte de estacionamento contará com dois monitores orientando os atletas. Serão duas áreas, em frente à Vila Schlosser e também em uma área específica no pátio da Fibra Fisio. Vale lembrar que não haverá guarda-volumes na prova, então é importante os atletas se organizarem com relação aos seus pertences.

 “Nosso intuito é tentar surpreender os atletas que se inscreveram nessa prova. Será a primeira maratona de estrada do país pós-pandemia, e além disso, traremos várias novidades e atrações. Nosso pórtico de largada será algo inovador no Brasil. Teremos pontos temáticos no percurso, para dar um up de energia aos atletas. Por ser uma prova limitada a 300 participantes, tentamos fazer com que ela tivesse um pouco mais de vida, de motivação”, complementa Ristow.

A 1ª Fibra Fisio Marathon tem o patrocínio da Havan e da FibraFisio e conta com o apoio do Grupo do Bay, Unimed, NCA Malhas, OBarateiro, Cia da Meia, Kallango, D3 Brasil, Solo Água Mineral e Prefeitura de Brusque.

Serviço

1ª Fibra Fisio Marathon

Dia: 29/08 – Brusque/SC

Provas de 42k, 21k, 10k e 5k

Foto: Bruno de Almeida