Home Futebol Cotado para participar da Liga Nacional, Brusque ainda não recebeu convite oficial

Cotado para participar da Liga Nacional, Brusque ainda não recebeu convite oficial

Iniciativa de times da Série A visa tirar o poder de gestão da CBF sobre os clubes

por Luiz Mendes
0

Cotado como um dos integrantes para criação da Liga Brasileira, o Brusque FC ainda não recebeu nenhum comunicado oficial para participar da iniciativa de times da Série A que visa tirar o poder de gestão da CBF sobre os clubes.

Conforme anúncio das equipes da elite do Brasileirão, clubes da primeira e segunda divisão devem formar uma liga independente, entre várias outras reivindicações, que tiram poder da entidade máxima do futebol brasileiro (saiba mais abaixo).

O presidente do Marreco, Danilo Rezini, destaca que ainda não está por dentro dos procedimentos sobre a criação da nova competição, mas que o clube já providencia uma reunião com a Associação Nacional de Clubes para conhecer a proposta da Liga Nacional.

“Fiquei sabendo ontem (terça-feira, 15) à noite sobre a competição e ainda não tomei ciência dela. Estamos organizando uma reunião com a Associação Nacional de Clubes para ver quais são as principais diretrizes”, ressalta Rezini.

Além disso, o presidente comenta que para o clube tomar uma posição precisa conhecer o formato do campeonato e se ele será benéfico para a equipe. Em contrapartida, o mandatário do Bruscão destaca que, se for para o melhor do futebol, o Quadricolor está de acordo.

“Precisamos nos inteirar sobre a realidade dessa liga para depois opinarmos. Creio que se é para melhorar o futebol, efetivamente o Brusque será favorável, mas primeiro precisamos saber o conteúdo dessa liga”, complementa Rezini.

Entenda a competição

Dezenove clubes da Série A assinaram na última terça-feira (15), no Rio de Janeiro, um documento em que concordam em fundar uma Liga para organizar o Campeonato Brasileiro, que hoje é um produto da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O documento foi entregue para a direção da CBF numa reunião realizada na mesma tarde, na sede da entidade. A intenção é organizar o torneio já a partir do ano que vem.

Entre os clubes que disputam a Série A deste ano, o único que não assinou o documento foi o Sport Recife, que está sem presidente porque Milton Bivar renunciou na terça-feira e uma nova eleição ainda não foi marcada. Em nota, o clube informou ser favorável à liga e acrescentou que “oficializará a adesão o mais breve possível”.

Um dos objetivos principais com a criação da Liga é organizar melhor o Brasileirão. A ideia inicial é fazer o campeonato durar o ano inteiro, com redução dos estaduais, mas no calendário brasileiro, entre fevereiro e dezembro.

O documento

Conforme o documento assinado pelos clubes, as equipes da Série B também serão convidados. No acordo, os dirigentes também pedem equiparação nos votos na eleição da CBF, entre outras ações.