Home Futebol Luiz Gustavo e Júlio César lideram projeto para descobrir novos talentos em Santa Catarina

Luiz Gustavo e Júlio César lideram projeto para descobrir novos talentos em Santa Catarina

Campeões da Champions League e com Seleção Brasileira no currículo, personagens são embaixadores do CUJU, aplicativo alemão que usa a inteligência artificial para captar atletas e premia melhores com R$ 1 milhão

por Adriel Ferreira
0

O volante Luiz Gustavo, hoje titular do São Paulo, e o ex-goleiro Júlio César, que disputou três Copas do Mundo com a Seleção Brasileira, são os embaixadores do CUJU, programa que usa a inteligência artificial para classificar atletas que almejam construir uma carreira profissional. Em Santa Catarina, a plataforma irá promover o projeto “A Jornada”, que vai distribuir mais de R$1 milhão em prêmios para os melhores colocados no estado.

O jogador do São Paulo foi um dos criadores do aplicativo, que também conta com a participação da ROGON, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo. Já Júlio César, que pendurou as chuteiras em 2018, descobriu o projeto depois que Cauet, filho do ex-jogador, baixou o CUJU, passou a performar na plataforma e encurtou a distância do sonho de virar profissional.

“O Brasil é o melhor lugar para começar esse aplicativo que muda o jogo. O esporte educa, transforma e ensina valores importantes para os cidadãos. O CUJU mostra que é preciso dedicação e treinamento para evoluir e atingir metas, o que pode ser aplicado em todas as áreas da vida, mesmo para aqueles que não se tornam atletas profissionais. O CUJU oferece uma ferramenta que dá a todos a mesma oportunidade”, diz Luiz Gustavo, cofundador do CUJU.

Dentro do aplicativo, os usuários contam com oito exercícios para mostrarem as habilidades, em fundamentos como passes, controle de bola, finalização e impulso físico. A performance é avaliada por um sistema de Inteligência Artificial, que consegue captar precisamente cada movimento do jogador.

De acordo com a classificação, os usuários serão selecionados para as peneiras e avaliados por uma comissão composta por treinadores licenciados. Para participar, basta acessar o site da competição “A Jornada”, em ajornada.cuju.pro.

“Usamos a IA para atender ao ecossistema do futebol na identificação do próximo potencial de jogador profissional ainda desconhecido. E o mais importante, dar a todos as mesmas chances de se desenvolverem e serem vistos. Apenas o desempenho conta, nada mais. Essa é a maneira de desbloquear o futebol! O CUJU não tem como objetivo substituir o fator humano, mas, sim, apoiar e aprimorar de forma eficiente o processo de reconhecimento regional, nacional e global”, afirma Sven Müller, CMO do CUJU.

A primeira fase presencial será feita após as peneiras regionais, que serão realizadas nas principais cidades do estado. Os melhores jogadores serão selecionados para participar de um torneio competitivo, que será disputado em novembro, na nova arena do Barra FC, espaço que está em fase final de construção e fica localizado em Balneário Camboriú.

A ação também engloba o futebol feminino, que terá espaço similar dentro do aplicativo, com organização de seletivas e o torneio final para definição da melhor jogadora e da equipe campeã. O melhor jogador e a melhor jogadora da final receberão R$ 500 mil, valor que será dividido com a família, clube de origem e comunidade local, deixando um legado para Santa Catarina.