Home Futebol Marcílio Dias empata com o Juventus e emplaca o segundo jogo sem vencer na Copa SC

Marcílio Dias empata com o Juventus e emplaca o segundo jogo sem vencer na Copa SC

Atuações dos goleiros Renan e Iago Hass marcaram a partida em Itajaí

por Luiz Mendes
0

Em um jogo com grandes atuações dos goleiros, Marcílio Dias e Juventus ficaram no empate de 1 a 1 na tarde deste domingo (3), em jogo válido pela 3ª rodada da Copa Santa Catarina, no estádio Doutor Hercílio Luz, o Gigantão das Avenidas em Itajaí. A equipe visitante abriu o placar com gol de Bruno Xavier no primeiro tempo e o volante Moisés empatou o jogo para o Marinheiro já na etapa final.

Com o empate, o Marinheiro caiu para a quarta colocação e agora soma cinco pontos. Em três jogos o time de Itajaí coleciona uma vitória e dois empates. Já o Juventus, com o resultado, conquistou o primeiro ponto na competição. Com o empate, a equipe de Jaraguá do Sul deixou a lanterna e pulou para a sexta colocação. Em três partidas o Moleque Travesso tem um retrospecto de um empate e duas derrotas.

O segundo jogo com público no Gigantão das Avenidas teve a presença de 309 torcedores e uma renda de R$3.285,00.

Primeiro tempo

Cumprindo o dever de casa, o Marcílio Dias iniciou o primeiro tempo absoluto diante do Juventus. A equipe de Itajaí era detentora da posse de bola a todo momento e a todo momento, com jogadas pelo meio e pelas pontas, tentava encontrar um espaço para invadir a área do adversário e balanças as redes.

Aos 6 minutos, o time da casa conseguiu criar a primeira finzalização da partida. Nathan Ferreira pegou a bola da sobra pelo alto e chutou rasteiro para a defesa tranquila do goleiro Iago Hass.

Com o Marcílio Dias pressionando e cumprindo o dever de mandante, o Moleque Travesso procurava em um contra ataque, surpreender a equipe da casa. Aos 15 minutos, Marllon fez bela jogada pela direita e, com um lindo passe, deixou Giovanni na cara do gol. Na hora da finalização, o experiente goleiro Renan do Marcílio Dias, cresceu no lance e defendeu o chute rasteiro do atacante camisa 96.

Já aos 16, foi a vez do Marinheiro reagir. O meia Warley fez bela jogada pelo lado direito, cruzou pra dentro da área e Iago Hass espalmou para o meio. A bola sobra para Moisés que, na entrada da área, mandou uma bomba com muito perigo sobre o gol do Juventus.

Com o apoio da torcida no Gigantão, o Marcílio Dias procurava propor o jogo a todo momento, mas sem efetividade, não consegui oferecer perigo ao gol da equipe visitante. Mesmo sendo pressionado, quem aproveitou a oportunidade de balançar as redes foi o Tricolor de Jaraguá. Aos 28 minutos, Cesinha arrancou pela esquerda, cruzou rasteiro para dentro da área e a bola sobrou em Bruno Xavier que limpou o marcador e chutou forte para abrir o placar no Gigantão.

Já aos 29, logo depois do gol do adversário, o lateral-esquerdo Fernando fez jogada individual, arrancou pela ponta e com um cruzamento que parecia mais um chute direto, mandou a bola para dentro da área. A finalização passou com muito perigo sobre toda área e saiu do lado da trave esquerda.

Depois do gol, o Juventus conseguiu equilibrar a partida e chegou até a criar mais chances perigosas de gol, mas o primeiro tempo acabou em 1 a 0.

Etapa final

Assim como no primeiro tempo, o Marcílio Dias iniciou a etapa final com grande superioridade sobre o Juventus e, dessa vez, a pressão funcionou. Logo aos 14 minutos da etapa final, o estreante Michel Potiguar driblou o marcador e cruzou na medida para Moisés, de cabeça, empatar o jogo em Itajaí.

Já aos 21, o autor do gol do empate, o volante Moisés fez bela tabela com o outro estreante Klenisson e, com um um chute rasteiro e forte, fez o goleiro Iago Hass se esforçar para impedir o que seria o gol da virada.

Aos 22, foi a vez do Juventus reagir no jogo. Marllon recebeu a bola pelo meio, ajeitou e distante da área, a arriscou uma bomba para pegar Renan se surpresa. Com o peito, o goleiro marcilista defendeu o que seria um golaço no Gigantão.

Na busca pelo gol da virada, aos 31 minutos o Marcílio Dias criou mais uma grande chance. O meia Warley tabelou com Klenisson que, com um lindo passe, deixou David Batista na cara do gol. O atacante marcilista não aproveitou a oportunidade e chutou mascado a bola. O goleiro Iago Hass não teve trabalho para fazer a defesa.

Já aos 37, o Marcílio Dias chegou novamente com perigo. Em jogada perigosa, o zagueiro Everton Dias recuou de cabeça para o goleiro Iago Hass e Michel Potiguar, que estava na cola, deu um totó para surpreender o goleiro do Juventus, mas Hass saiu bem e, com uma defesa de coragem, impediu a virada marcilsita.

Agora, o Marcílio Dias descansa e se prepara para encarar o Joinville no próximo domingo (10), na Arena Joinville, a partir das 15h. Já no mesmo dia e mesmo horário, o Juventus recebe o Caçador no estádio João Marcatto.

Fotos: Bruno Golembiewski/CNMD