Home Atletismo Representantes da Atribrusque completam a Mizuno Uphill Marathon

Representantes da Atribrusque completam a Mizuno Uphill Marathon

Dois atletas da Atribrusque representaram a equipe em Treviso. Christian Felipe Batista da Silva e Cleber Soares disputaram a Mizuno Uphill Marathon. Silva correu na modalidade de 25 quilômetros e Soares na de 42 km. Esta é uma prova de maratona em subida, bem mais difícil e desgastante que uma maratona normal. O evento aconteceu neste sábado (3).

por Sidney Silva
0

 Dois atletas da Atribrusque representaram a equipe em Treviso. Christian Felipe Batista da Silva e Cleber Soares disputaram a Mizuno Uphill Marathon. Silva correu na modalidade de 25 quilômetros e Soares na de 42 km. Esta é uma prova de maratona em subida, bem mais difícil e desgastante que uma maratona normal. O evento aconteceu neste sábado (3).

Ao todo mais de 1100 atletas participaram do evento. Na modalidade de 25 quilômetros foram 496 competidores. Aconteceram 174 desistências somente nesta modalidade, corredores que começaram, mas não terminaram a prova. “É um evento bom demais. A organização muito boa e grande oportunidade para competir. Porém, tem que ir preparado, a prova é muito difícil”, comenta Silva.

O atleta da Atribrusque terminou os 25 quilômetros em 97º no geral e 81º no naipe masculino. “O resultado foi bom e dentro do esperado. Tendo em vista que eu não fiz nenhum treinamento específico para este evento, estava treinando para provas de triatlo”. Silva tem 24 anos e nunca havia participado de uma maratona com subida. “Eu tentei disputar a Mizuno Uphill Marathon nos últimos dois anos, mas não consegui vaga pelo sorteio”, explica.

Cleber Soares concluiu a prova de 42 quilômetros em 4 horas e 34 minutos. “Na verdade, acabou nem sendo uma maratona, foi uma ultramaratona, pois encerrou com 44 km. E foi muito difícil. Eu piorei meu tempo em relação ao ano passado, todo mundo piorou”, conta Soares. O atleta fez o percurso em 4 horas e 11 minutos em 2015, terminando a corrida em 64º lugar. “Ainda não sei em que posição fiquei neste ano, pois não saiu o resultado final. Acredito que desta vez fiquei entre os 50 melhores, pois quando cheguei havia menos de 50 atletas lá na linha chegada”. Mais de 600 competidores correram nesta modalidade.