Home Campeonato Catarinense Azarão Próspera recebe o Avaí no duelo de ida do mata-mata

Azarão Próspera recebe o Avaí no duelo de ida do mata-mata

Time do Sul foi a última equipe a marcar gol no Leão da Ilha

por Matheus Deichmann
(Foto: Lucas Colombo/ECPróspera)
0

De uniforme novo, o Avaí faz, neste domingo (25), o segundo jogo seguido no Heriberto Hülse, em Criciúma, em menos de uma semana. Depois de rebaixar o Criciúma, o adversário da vez é o Próspera, que surpreendeu gigantes do estado e se classificou para as quartas-de-final.

O Leão está invicto há oito jogos e sem tomar gol há seis. Por sinal, o Próspera foi a última equipe a marcar no Avaí. O duelo ocorreu na sexta rodada. Na ocasião, os times empataram em 1 a 1, com gols de Maicon Santana (ECP) e Edilson (AFC).

>> Leia também
– Marcílio inicia luta pelas semis diante do Juventus
– Joinville encara o favorito Brusque

Possíveis desfalques:

No lado avaiano, o atacante Vinicius Leite ainda é dúvida para o confronto. Vinícius Jaú, Gustavo Poffo e Capa são desfalques de mais tempo e não devem voltar até o fim do Campeonato Estadual. Poupados no último jogo, contra o Criciúma, na quarta (21), Edilson, Bruno Silva e Júnior Dutra devem iniciar a partida.

O time comandado por Paulo Baier tem três dúvidas: o zagueiro Gulith, o lateral Sueliton e o volante Galiardo. Com lesões mais graves, Leomir e Jean Natal não devem participar de nenhum dos dois confrontos. O volante Jessé volta de suspensão e o atacante e artilheiro do time, com três gols, Maicon Santana, volta após ser liberado do último jogo, contra o Brusque, na quarta (21), para acompanhar o nascimento da filha.

SERVIÇO

CAMPEONATO CATARINENSE 2021
Quartas de final (ida)
Próspera x Avaí
Data: 25/4/2021 (domingo)
Hora: 19h
Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma

Provável Próspera: Roberto, Sueliton (Roger), Matheus Ernandes, Gulith (Lastra), Diego Soares, Galiardo (Eduardo), Jessé, Lucas Sebastian, Gabriel Henrique, Daniel e Maicon Santana. Técnico: Paulo Baier

Provável Avaí: Glédson; Edilson, Betão, Alemão, Diego Renan; Serrato, Bruno Silva, Valdívia; Vinicius Leite (Giovanni), Lourenço e Júnior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira

Arbitragem: Diego da Costa Cidral, auxiliado por Thiaggo Americano Labes e Jose Roberto Larroyd