Home ColunasAndreia Borssatto Coluna de Andreia Borssatto: Conheça as modalidades estreantes nas Olimpíadas de Tóquio

Coluna de Andreia Borssatto: Conheça as modalidades estreantes nas Olimpíadas de Tóquio

A pouco mais de 30 dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, vamos de modalidades estreantes.

por Andreia Borssatto
0

A pouco mais de 30 dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio, vamos de modalidades estreantes.

São quatro novidades! Karatê, escalada, surfe e skate. E uma reestreia, beisebol/softbol. Destas, até o momento, o Brasil já tem representantes em duas delas.

O Karatê será o caçula das artes marciais já integrantes dos Jogos Olímpicos. Nessa edição dos jogos, a modalidade se dividirá em duas disciplinas: o kumite e o kata, que classificarão os atletas de acordo com o peso dos mesmos, como já é feito nas outras lutas.

  • O kumite consiste no combate em si, em que os oponentes se enfrentam por três minutos e o vencedor é aquele que mais pontuar ao desferir golpes nas regiões consideradas “alvos”.
  • O kata prioriza a forma com que os lutadores se portam e a técnica utilizada no tatame. Entre os critérios de pontuação, estão, por exemplo, força, velocidade e equilíbrio.

A escalada esportiva é a novidade mais inusitada. Tanto no masculino quanto no feminino a modalidade será dividida em três fases: dificuldade, velocidade e boulder, e para chegar à medalha os atletas competirão em todas as categorias e o melhor ficará com o ouro.

  • Escalada de dificuldade – vale a resistência, e ganha o competidor que alcançar a maior altura em meio aos desafios impostos pelo trajeto.
  • Escalada de velocidade – o vencedor é aquele que completar a prova em menos tempo.
  • Escalada boulder – é o modo em que o atleta escala sem as cordas de segurança.

Surfe – mais um esporte olímpico praticado em águas naturais. Os surfistas competirão em Chiba, município distante 64 km de Tóquio, já que a capital não dispõe de zonas litorâneas adequadas à modalidade. E além de precisar da praia para que as competições aconteção, as condições climáticas e um mar favorável são determinantes para o êxito da modalidade.

O surfe terá provas masculinas e femininas.  E o Brasil terá representantes no Japão nos dois naipes. São eles:

  • Gabriel Medina
  • Italo Ferreira
  • Silvana Lima
  • Tatiana Weston-Webb

O skate nessa edição das  Olimpíadas terá duas categorias, street e park.

  • No skate street, os competidores se revezam dentro de uma pista plana, com muitos obstáculos de elevações, rampas e corrimões, nos quais são efetuadas manobras.
  • No skate park, a pista tem formato de piscina, e une os elementos do street.

O Brasil estará muito bem representado no skate também, com atletas dos naipes masculino e feminino:
Dora Varella – Park
Felipe Gustavo – Street
Isadora Pacheco – Park
Giovanni Vianna – Street
Kelvin Hoefler – Street
Letícia Bufoni – Street
Luiz Francisco – Park
Pâmela Rosa – Street
Pedro Barros – Park
Pedro Quintas – Park
Rayssa Leal – Street
Yndiara Asp – Park

Vamos torcer muito pelos nossos representantes nas novas modalidades olímpicas!

ANDREIA BORSSATTO

Andreia Munalli Pereira Borssatto têm 43 anos e é natural de Rio Negro PR. É Formada em Educação Física pela UFSC e Profissional de Educação Física há 22 anos. Atualmente é professora e coordenadora do Curso de Educação Física da Uniplac e Mestranda do programa Ambiente e Saúde da Uniplac.