Home Futebol Com adversários de peso, Marcílio Dias navegará em mares perigosos na Série D do Brasileirão

Com adversários de peso, Marcílio Dias navegará em mares perigosos na Série D do Brasileirão

Conheça os adversários do Marinheiro que estreia domingo em busca do acesso

por Luiz Mendes
0

A partir do próximo domingo (6) o Marcílio Dias inicia mais um desafio na temporada 2021 e vai em busca do primeiro título nacional. Em dois dias, a equipe estreia na Série D do Campeonato Brasileiro e o primeiro adversário será o Aimoré (RS). O duelo está marcado para as 16h, no estádio João Corrêa da Silveira, em São Leopoldo, no Rio Grande do Sul.

O Marinheiro representa Santa Catarina em conjunto com Joinville e Juventus. Todos estão presentes no mesmo grupo, o A8, que tem ainda as equipes do Aimoré, Esportivo e Caxias, do Rio Grande do Sul; e dois clubes paranaenses, o Cascavel CR e o Rio Branco, time de Paranaguá.

Veja a tabela do grupo do Marcílio Dias na Série D do Brasileirão:

>>Leia também – Equipes catarinenses conhecem os adversários na Série D

Aimoré (RS)

O primeiro adversário do Marcílio Dias vem diretamente do Rio Grande do Sul. No Campeonato Gaúcho, o Aimoré não obteve êxito na temporada 2021. Com 14 pontos, a equipe terminou a primeira fase da competição na sétima colocação e não conseguiu se classificar para o mata-mata do campeonato. Em 11 jogos, o time gaúcho teve um retrospecto de quatro vitórias, dois empates e cinco derrotas.

Cascavel (PR)

O segundo concorrente da equipe de Itajaí é o Cascavel do Paraná, um dos favoritos à classificação direta para o mata-mata. Dono de uma bela campanha no Campeonato Paranaense e classificado para a semifinal da competição estadual, sem data definida, o FC Cascavel terminou a primeira fase do Campeonato Estadual na vice-liderança, atrás apenas do Operário. Com 17 pontos em 11 jogos, o time paranaense teve um retrospecto de seis vitórias, cinco empates e nenhuma derrota. A equipe ainda chegou a perder seis pontos por ter relacionado o goleiro João Pedro de forma irregular para a partida contra o Paraná Clube, válida pela primeira rodada do Campeonato Estadual, no dia 14 de março. Mesmo com a perda de pontuação, o time do Oeste se manteve na vice-liderança da competição. Na estreia da Série D, o Auri Negro enfrenta o Joinville, no estádio Olímpico Regional Arnaldo Busatto, na cidade de Cascavel, no Paraná. A partida ocorre no próximo sábado (5), a partir das 16h.

Rio Branco (PR)

O terceiro compromisso do Rubro-anil é novamente com outra equipe do Paraná. O Marinheiro enfrenta a equipe do Rio Branco. No Campeonato Estadual, o time paranaense não conseguiu sucesso e passou perto do rebaixamento para segunda divisão. Em 11 jogos, o clube do litoral do estado conquistou apenas 11 pontos. Ao todo foram apenas duas vitórias, cinco empates e quatro derrotas. Com o retrospecto, a equipe de Paranaguá se consolidou na décima colocação, ficando na frente de Toledo e Cascavel (CR) que foram os detentores da pior campanha no campeonato. Na estreia no Campeonato Nacional, a equipe paranaense enfrenta o Esportivo do Rio Grande do Sul. O confronto será no próximo domingo (6), no estádio Nelson Medrado Dias, em Paranaguá, às 16h.

Joinville (SC)

O quarto adversário do Marcílio Dias na competição não é nenhuma novidade para a equipe do Vale. Ambos se conhecem muito bem, pois disputam o mesmo Campeonato Estadual. Na atual temporada, o Joinville não obteve uma de suas melhores campanhas, mas ainda assim conseguiu se classificar para o mata-mata da competição. Na primeira fase, em 11 jogos, a equipe do Norte do Estado conquistou 13 pontos e se consolidou na sétima colocação, com retrospecto de três vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Já nas quartas de finais, o tricolor não avançou e foi superado pelo Brusque. Com a eliminação diante do Marreco no Catarinense, o Joinville não conseguiu a vaga para a Série D de 2022 e o cenário que já era preocupante ficou ainda mais delicado. Para não ficar sem série na próxima temporada, o Coelho precisa garantir o acesso à Série C neste ano.

Juventus (SC)

O quinto compromisso do Marcílio também é outro adversário bem conhecido. O Juventus de Jaraguá é mais um catarinense que está no grupo do Marinheiro. Com campanha superior a do Rubro-anil, na primeira fase do Campeonato Estadual, em 11 duelos, o Moleque Travesso conquistou 18 pontos e terminou o primeiro turno em quarto lugar na tabela de classificação. Uma colocação à frente da equipe do Vale, que terminou em quinto lugar, com 15 pontos. No mata-mata, a equipe de Itajaí e o time de Jaraguá se enfrentaram e o Marinheiro levou a melhor vencendo os dois duelos por 1 a 0. Com o resultado, depois de exatos 21 anos, o Marcílio Dias avançou para a semifinal, na qual foi superado pela Chapecoense. Na estreia da Série D, o Juventus enfrenta o Caxias (RS). O time é o único catarinense que estreia em casa. A partida ocorre também no próximo domingo (6), a partir das 16h, no estádio João Marcatto.

Esportivo (RS)

Nas duas últimas rodadas do primeiro turno da Série D, os adversários do Marcílio Dias serão do estado Rio Grande do Sul. Na penúltima rodada, o Marinheiro enfrenta o Esportivo. A equipe de Bento Gonçalves não fez boa campanha no Campeonato Gaúcho. Em 11 duelos, o time conquistou apenas nove pontos e teve que sustentar o rebaixamento para segunda divisão. Ao todo, o Alviazul conquistou apenas duas vitórias, três empates e seis derrotas, se consolidando na 11ª colocação.

Caxias (RS)

Já o último compromisso da equipe de Itajaí antes do returno, será contra o forte time do Caxias (RS). Assim como o Cascavel (PR), a equipe gaúcha fez uma bela campanha no Campeonato Estadual e se consolidou em quarto lugar, com 17 pontos. Em conjunto com o Auri-Negro paranaense, o Falcão Grená é mais um dos favoritos ao mata-mata do Campeonato Nacional. Em 11 jogos na competição estadual, o Caxias obteve um retrospecto de quatro vitórias, cinco empates e apenas duas derrotas. O time gaúcho ainda chegou na semifinal, mas foi superado pelo campeão Grêmio nos dois jogos com placar final de 4 a 1.