Home Futebol Em jogo apático, Marcílio Dias é superado pelo Juventus na Série D do Brasileirão

Em jogo apático, Marcílio Dias é superado pelo Juventus na Série D do Brasileirão

Marinheiro não mostra imposição e oferece primeira vitória ao Moleque Travesso na competição

por Luiz Mendes
0

Em um jogo totalmente apático, o Marcílio Dias não fez uma boa partida e foi superado pelo Juventus, na tarde deste domingo (4), em Jaraguá do Sul. Pela quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, o Marinheiro foi derrotado por 2 a 0. O duelo foi disputado no estádio João Marcatto.

Com o resultado, o Marcílio Dias perdeu o quinto lugar da tabela para o próprio adversário catarinense. O Marinheiro caiu para a sexta posição e estacionou nos cinco pontos. Em cinco partidas, o Rubro-Anil tem um retrospecto de uma vitória, dois empates e duas derrotas. Já o Moleque Travesso, com a vitória, pulou para a quinta colocação e tem a mesma pontuação da equipe de Itajaí. Em cinco duelos, o Tricolor de Jaraguá coleciona uma vitória, dois empates e duas derrotas.

Primeiro tempo

Com um jogo marcado por diversos erros de passe entre as duas equipes, o Marcílio Dias não mostrou imposição sobre o Juventus de Jaraguá e foi para o intervalo de jogo com uma atuação totalmente apática na etapa inicial. No primeiro tempo de jogo, o Marinheiro obteve somente uma chance clara de gol enquanto o Tricolor de Jaraguá, com precisão no ataque, encontrou o caminho do gol nos minutos finais.

Aos 2 minutos, o Juventus criou a primeira finalização do jogo. O camisa 89, Tassio, recebeu a bola pelo meio, mas na hora da finalização, não pegou bem e mandou longe do gol. Com o Marcílio muito apático nos primeiros minutos inicias, o Juventus buscou várias jogadas com velocidades. Aos 14 minutos, Fabinho recebeu a bola pelo lado esquerdo e, com uma bomba na meia altura, mandou a bola com perigo pelo lado de fora da rede do gol do Marinheiro.

Somente aos 34 minutos de jogo o Marcílio Dias teve a primeira oportunidade clara de gol. O atacante Wellington recebeu boa bola pelo meio e com o auxílio de Marcos Júnior no ataque, somente contra um zagueiro da equipe adversária, o camisa 16 escolheu escolheu adiantar a bola e, mesmo sozinho, o zagueiro Mauricio recuperou recuperou a jogada para o Moleque Travesso e impediu o que poderia ser o primeiro gol da partida. Na sequência, Wellington cometeu a falta em cima do zagueiro e levou amarelo.

Já aos 39, o zagueiro e capitão do Marinheiro, Wallace, sentiu a parte posterior da coxa e precisou ser substituído. Vinicius Kuerten entrou no lugar do camisa 3 do Rubro-Anil.

Depois de pressionar o Marcílio Dias com várias ataques criados, o Juventus achou o caminho do gol. Aos 42 minutos, em uma bola que parecia totalmente perdida, o camisa 6, Cesinha, no rebote da zaga marcilista, mandou, de bicicleta, a bola para dentro da área. O atacante Lucas Vieira, que estava de costas para o gol, dominou, girou e mandou no canto direito do goleiro Victor Hugo.

Os jogadores do Marinheiro ficaram na bronca com o o bandeira, mas o lateral-direito da equipe de Itajaí, em um momento de infelicidade, deu total condição para o atacante do Moleque Travesso.

Etapa final

Já no segundo tempo, o Marinheiro começou com uma postura diferente da primeira etapa, mas mesmo pressionando nos minutos iniciais da etapa final, não conseguiu igualar o placar e, com isso, o primeiro ataque foi novamente do Juventus. Aos 10 minutos, Marlon recebeu a bola pelo alto, tocou para Fabinho, que desequilibrado, mandou com perigo sobre o gol de Victor Hugo.

Já aos 11, foi a vez do Marcílio criar nova oportunidade de gol. Em jogada pelo lado esquerdo, Marcos Júnuior recebeu a bola, tabelou com o volante Kendy no meio da área, e com um chute colocado no canto esquerdo, o atacante quase empatou para a equipe de Itajaí. O gol só não saiu em virtude da grande defesa de Iago Hass.

Marcílio Dias é derrotado pelo Juventus na Série D do Brasileirão

Aos 14 foi a vez do Moleque Travesso reagir. Na jogada pelo meio de campo, Marlon recebeu a bola pelo meio, e com chute forte de fora da área, obrigou Victor Hugo a fazer linda defesa. Na sequência, o Juventus ampliou o placar. Aos 15, na cobrança de escanteio, Marlon cruzou a bola na cabeça de Tassio que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol.

Já aos 34, o Marcílio Dias quase diminuiu a diferença. Na cobrança de escanteio de Nathan Ferreira, o zagueiro Vinicius Kuerten desviou e Iago, com linda defesa, salvou o Juventus. Em seguida, o Marcílio Dias se conformou com o resultado negativo e não conseguiu ao menos descontar a vantagem da equipe de Jaraguá.

Sequência

Agora, o Marcílio Dias retorna à Itajaí e se prepara para o próximo duelo da competição. Na sexta rodada, o Marinheiro enfrenta o Esportivo (RS) no Gigantão das Avenidas. A partida está marcada para o próximo sábado (10), a partir das 15h. Já o Juventus visita o Cascavel (PR), também no sábado (10), a partir das 16h. O palco da partida será o Olímpico Regional Arnaldo Busatto.

Fotos: Bruno Golembiewski/CNMD

Joinville x Rio Branco (PR)

Outro representante de Santa Catarina que concorre no mesmo grupo de Marcílio Dias e Juventus, o Joinville entrou em campo também na tarde desta domingo (4), contra a equipe do Rio Branco (PR). Em jogo válido pela quinta rodada da Série D do Campeonato Brasileiro, disputado no estádio Nelson Medrado Dias, no Paraná, as equipes ficaram no empate sem gols.

Com o resultado, o Joinville se mantém na vice-liderança do grupo com nove pontos. Em cinco partidas disputadas, a equipe do Norte do Estado coleciona duas vitórias e três empates. Já o Rio Branco é o lanterna do grupo. Em cinco duelos, a equipe do Paraná ainda não sabe o que é vencer e tem um retrospecto de três empates e duas derrotas.

Joinville fica no empate sem gols diante do Rio Branco (PR) pela Série D do Campeonato Brasileiro – Foto: Vitor Forcellini/JEC

Agora o Joinville se prepara para o duelo diante do do Caxias (RS). As equipes se enfrentam no próximo sábado (10), a partir das 15h, na Arena Joinville. Já o Rio Branco visita o Aimoré (RS), no próximo domingo (11), a partir das 16h, no estádio João Corrêa da Silveira, no Rio Grande do Sul.