Home Brusque Grupo do Bay realiza treino de corrida em São Paulo

Grupo do Bay realiza treino de corrida em São Paulo

Participantes correram percurso semelhante ao da Corrida Internacional de São Silvestre

por Luiz Mendes
0

O Centro de Performance e Saúde Grupo do Bay promoveu no último final de semana, um trinamento diferente. Aproximadamente 40 pessoas partiram de Brusque com destino a São Paulo, com o objetivo de realizar treinos de corrida na capital paulista, considerada a maior cidade da América Latina. Na oportunidade, os participantes correram um percurso semelhante ao da Corrida Internacional de São Silvestre, prova que estava marcada para ser realizada no último domingo (11), mas foi adiada em virtude da pandemia.

De acordo com o educador físico Felipe Guilherme Ristow, a ideia de viajar em grupo a São Paulo surgiu no final do ano de 2020, momento em que foram abertas as inscrições para a 96ª São Silvestre. “O pessoal ficou bastante empolgado com a possibilidade de participar da prova e resolvemos fazer uma excursão. Porém, tempos depois a São Silvestre foi adiada. Ainda assim, nós mantivemos nosso planejamento de ir a São Paulo, com apenas algumas alterações no roteiro. Saímos de Brusque na sexta-feira (9) com um grupo de 38 pessoas e com treinos planejados para o sábado e domingo”, comenta.

No sábado (10) pela manhã, o grupo treinou no Parque Ibirapuera. Inaugurado em 21 de agosto de 1954 durante as comemorações do IV Centenário de São Paulo, o projeto do Parque foi concebido pelos arquitetos Oscar Niemeyer, Ulhôa Cavalcanti, Zenon Lotufo, Eduardo Kneese de Mello, Ícaro de Castro Mello, além do paisagista Augusto Teixeira Mendes. O parque é um dos destinos mais procurados pela população paulistana e também uma das mais importantes áreas verdes, de cultura e lazer da cidade. É um referencial de visitação turística da capital paulista.

Segundo o educador físico Jose Armando Vasquez Soto, o Bay, a proposta de sábado foi promover treinos diferenciados para os participantes, que acabaram despertando a prática da atividade física também nos familiares que os acompanharam na viagem. “Foi de arrepiar treinar no Ibirapuera. Onde junta cultura, natureza, saúde, corrida e amizade, é tudo o que a gente quer. Teve gente que correu forte, teve quem saiu para caminhar, mas todos eles aproveitaram muito a oportunidade de estar no parque e de poder observar tantas pessoas buscando qualidade de vida”, enfatiza.

Percurso da São Silvestre

Já no domingo (11), os treinadores sugeriram duas propostas: percurso de corrida na Avenida Paulista ou o percurso de corrida semelhante ao da São Silvestre, que passa por lugares como Avenida Paulista, Consolação, Minhocão, viaduto do Chá, Largo São Francisco e Avenida Brigadeiro Luís Antonio. Com o apoio do também corredor e morador de São Paulo, Nelson Martins, o grupo que escolheu a segunda opção de treino, teve a oportunidade de se desafiar no percurso e ainda conhecer particularidades da cidade.

“Contamos com o apoio do nosso amigo Nelson, que foi nosso guia e corremos conhecendo a cidade, suas curiosidades, sob o olhar de alguém que mora lá. Foi um momento muito bacana. Outro fato interessante é que foram muitos casais nessa excursão e um acabou despertando o hábito da corrida ou caminhada no outro. Além das amizades, de transformar a vida das pessoas através da corrida, foi mais uma oportunidade de promovermos uma integração entre família e atividade física”, enfatiza Ristow.

Experiência diferente

Iane Teresinha Lepeck Wanka participou da excursão a São Paulo ao lado do esposo Hermes e dos filhos Emerson e Bruna. Ela, que participa do Grupo do Bay há cerca de um ano, colocou a viagem como uma das experiências mais gratificantes que a corrida já lhe trouxe.

“Cada vez mais me apaixono pela corrida, ela me proporciona uma sensação tão boa, me sinto tão feliz e leve quando corro, que tudo flui. Poder viajar com o grupo e correr em São Paulo, foi fantástico. Várias vezes passamos por mulheres, aparentemente com mais de 70 anos e correndo, cheguei a chorar de emoção ao ver isso”, ressalta.

Além disso, Iane destaca que o apoio da família é algo primordial e que tudo isso cooperou para ser um momento inesquecível. “Para mim foi uma experiência inesquecível, além da sensação boa que a corrida de rua me traz, pude unir minha família, correr com meus filhos e sob o incentivo do meu marido, pude estar unida ao grupo de corrida que tanto bem me faz”, complementa.

Quem também fez questão de participar da viagem foi o casal Luiz Hodecker, o Lilo, e a esposa Ana Cecília Lepeck, ambos integrantes do Grupo do Bay. A oportunidade de estar na capital paulista ao lado de amigos, trouxe muita satisfação ao casal.  “Os treinos foram maravilhosos. Foi um final de semana fantástico e o Grupo do Bay está de parabéns por nos proporcionar esta experiência, além do fato de estarmos juntos entre amigos, o que foi melhor ainda”, destaca Lilo.