Home Brusque Sem imposição, Brusque é goleado por 3 a 0 pelo Botafogo no Rio

Sem imposição, Brusque é goleado por 3 a 0 pelo Botafogo no Rio

Time carioca ainda teve dois gols anulados no primeiro tempo, antes de abrir o placar

por Luiz Mendes
0

Sem imposição e pressionado a todo momento pelo adversário, Brusque FC foi derrotado por 3 a 0 pelo Botafogo na noite desta quarta-feira (20), em jogo válido pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. O camisa 99, Rafael Navarro foi o autor de dois gols da equipe carioca. Já nos minutos finais do segundo tempo, Marco Antônio sacramentou a goleada. No primeiro tempo, o time ainda teve dois gols anulados antes de abrir o placar.

Classificação

Com a derrota, o Brusque se manteve parcialmente na 14ª colocação da competição com 35 pontos. Em 31 partidas, o Marreco coleciona dez vitórias, oito empates e 13 derrotas. Já o Botafogo, com o resultado, assumiu a vice-liderança do campeonato e chegou aos 55 pontos, dois a menos do que o líder Coritiba. Em 31 duelos, a equipe carioca tem um retrospecto de 16 vitórias, sete empates e oito derrotas.

Confira a classificação atualizada da Série B:

Primeiro tempo

Os primeiros minutos do duelo no Rio de Janeiro foram marcados por muito estudo das duas equipes e com a bola, em grane parte, concentrada no meio de campo. Mas, não demorou muito para o Botafogo chegar pela primeira vez com perigo. Aos 7 minutos, Rafael Navarro toucou para Chay dentro da área e camisa 14 mandou uma bomba para a bela defesa de Ruan Carneiro.

Já aos 14, foi a vez do Alvinegro chegar mais uma vez com perigo. Mais uma vez, Chay recebeu a bola, cortou para o meio e, de fora da área, soltou uma bomba no ângulo do gol do Marreco. Novamente Ruan Carneiro precisou trabalhar com linda defesa par impedir o que seria o primeiro gol da partida.

No minuto seguinte, foi a vez do Brusque chegar pela primeira vez com perigo. o artilheiro da Série B, Edu. recebeu a bola pela ponta esquerda, cruzou para o camisa 10, Thiago Alagoano, que limpou o marcador na linha de fundo e tocou para Jhon Cley que chutou em cima do marcador.

Detentor da posse de bola em quase todo momento do primeiro tempo e procurando os espaços para furar a defesa do Quadricolor, mais uma vez, Ruan Carneiro, apareceu para salvar o Marreco. Aos 28 minutos, com lindo passe na linha de fundo, Chay achou hugo dentro da área, que cruzou rasteiro para Pedro Castro. O meia teve duas chances para abir o placar para o time carioca, mas em ambas, Ruan Carneiro cresceu diante do jogador da equipe da casa.

Aos 33 minutos do primeiro tempo, depois de pressionar muito o Brusque, o Botafogo chegou a marcar com Rafael Navarro, mas Warley, que deu o passe para o meio da área, estava em posição de impedimento. O gol foi anulado pelo VAR.

Já aos 36, foi a vez do Brusque reagir. o lateral-direito Toty recebeu a bola e cruzou para dentro da área. De cabeça, Jhon Cley desviou e quase marcou o primeiro do time catarinense. A bola só não entrou porque o goleiro Diego Loureiro, mesmo tendo que se esticar todo, impediu o primeiro gol da partida. Na sequência, o Alvinegro chegou a ter mais um gol anulado. Aos 42, novamente Warley lançou para o meio da área e Diego Gonçalves desviou para dentro do gol, mas foi em impedimento.

Depois de grande superioridade e uma pressão constante diante do Brusque, a equipe carioca enfim conseguiu abrir o marcador. Aos 44 minutos, já no final do primeiro tempo, Diego Gonçalves carregou a bola pelo meio, chutou com força, a finalização desviou em no zagueiro Claudinho e sobrou em Rafael Navarro que mandou para o fundo das redes. A assistente chegou a anular o gol, mas o VAR confirmou posição regular do camisa 99.

Etapa final

Assim como terminou o primeiro tempo, na etapa final, o Botafogo veio com tudo para cima do Marreco. Logo aos 10 minutos, Chay, um dos grandes nomes da partida, arrancou pelo lado esquerdo e com um chute cruzado, ofereceu perigo ao gol do time do Vale. O goleiro Ruan Carneiro apenas acompanhou a bola que passou muito perto do gol.

Já aos 18, dando continuidade na pressão, quase marcou o segundo. Na cobrança de falta ensaiada, Diego Gonçalves soltou uma bomba quase rasteira. A bola passou pela barreira e Ruan Carneiro, mais uma vez, estava lá para evitar o que seria o segundo gol do time da casa.

Na partida, a única coisa que passava era o tempo, pois a pressão do Botafogo não. Aos 28 minutos, em jogada dentro da área, Warley foi tocado por baixo pelo lateral-esquerdo Airton. O árbitro não marcou nada, mas o VAR corrigiu o lance e, depois de olhar o lance no monitor, o juiz assinalou pênalti para o Alvinegro. Rafael Navarro foi para a cobrança, e com a bola no alto, ampliou o marcador no Nilton Santos e marcou o seu segundo gol na partida.

Já aos, com uma das poucas chegadas do Brusque na área do time carioca, o Marreco ainda chegou a marcar com Claudinho de cabeça, após cruzamento de Edu, mas a assistente marcou o impedimento do zagueiro que estava totalmente com posição irregular no lance.

Nos minutos finais, quando parecia que o jogo se encaminhava para o placar de 2 a 0, dois jogadores que entraram no segundo tempo, protagonizaram o terceiro gol do Botafogo. Nos acréscimos, com belo passe, Rafael Moura achou Marco Antônio livre na ponta esquerda. O camisa 70 ajeitou a bola e bateu forte para sacramentar a goleada do time carioca no Rio de Janeiro.

Sequência

Agora, o Brusque retorna à Santa Catarina e se prepara para encarar já no próximo domingo (24), a equipe do Vila Nova (GO). O duelo ocorre no Augusto Bauer, a partir das 20h30. Já o Botafogo visita o Goiás na próxima terça (26). As equipes entram em campo a partir das 21h30, no Estádio da Serrinha

Fotos: Lucas Gabriel Cardoso/Brusque FC