Home Campeonato Catarinense Confronto entre Avaí e Marcílio Dias tem histórico de decisões e vantagem do Leão

Confronto entre Avaí e Marcílio Dias tem histórico de decisões e vantagem do Leão

Duelo marca encontro entre rivais de cidades diferentes

por Álvaro José
0

Avaí e Marcílio Dias fazem na noite desta quinta-feira (01), o confronto de número 190 entre as equipes. A partida, válida pelo Campeonato Catarinense, coloca rivalidade em campo. Além da disputa pela classificação no estadual, os times mostram histórico relativamente equilibrado no confronto.

O duelo acontece desde 1931 e apresenta vantagem do Avaí. De acordo com Gustavo Melim Gomes, historiador dos clubes de Itajaí, as equipes se enfrentaram 189 vezes. O Leão da Ilha tem 77 vitórias e 262 gols marcados. Já o Marinheiro, venceu em 65 oportunidades. O Rubro anil marcou 233 gols, e o confronto terminou empatado 47 vezes.

Jogos pelo Campeonato Catarinense

Se forem considerados os jogos apenas do estadual, a vantagem do time da capital é a mesma. Segundo Gustavo, em 170 partidas válidas pelo torneio, o Marcílio venceu 57. São 44 empates e 69 vitórias do Avaí. O time itajaiense marcou 201 gols e sofreu 232 do Leão da Ilha.

Marcílio Dias faturou título sobre o Avaí em 1984. Foto: Site CNMD

Avaí goleia e leva título

A primeira vez que as equipes se enfrentaram, foi em uma decisão de Campeonato Catarinense. Segundo o pesquisador Spyros Diamantaras, o jogo realizado no estádio Adolfo Konder, em Florianópolis, no dia 29 de março de 1931, terminou com vitória do Leão por 6 a 2. Os gols foram marcados por Barbi, Candinho (2 vezes), Ruy (2 vezes) e Periquito. O resultado dava ao Avaí o quinto título do Campeonato Catarinense.

Marcílio se impõe de forma invicta


No dia 15 de abril de 1984, jogando no Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí, o Marinheiro fez história. A vitória sobre o Avaí por 2 a 0, dava ao Marcílio Dias o título da Taça Federação Catarinense de Futebol. A competição promovida para comemorar os 60 anos da entidade, foi conquistada pelo Rubro anil de forma invicta. Mauro Ferreira da Silva, 62 anos, goleiro do Marcílio na decisão, lembra da fantástica campanha que culminou com o título em cima do Leão. “Num domingo à tarde em Itajaí nós ganhamos de 2 a 0. Aquele time era incrível. Ficamos 17 partidas invictos e fomos campeões”, recorda.

Goleiro Mauro exibe o troféu ganho quando jogava pelo Marcílio. Foto: Álvaro José

Mais títulos do Leão

No ano de 1944 as equipes decidiram novamente o Campeonato Catarinense. Outra vez o Leão não deu chances ao Marinheiro. Na ocasião, ao vencer o Marcílio nas duas partidas da final, o time da capital conquistava se terceiro título estadual. O primeiro jogo ganhou de 2 a 1, em Itajaí e na volta, 5 a 3 em Florianópolis.

Ainda de acordo com o historiador Gustavo Melim Gomes, em 1978 as equipes decidiram outro campeonato. Na final do torneio, Tesoura Junior, o Avaí faturou mais uma taça em cima do time itajaiense.

Avaí e Marcílio Dias em uma partida pelo Campeonato Catarinense. Foto: Bruno Golembiewski/CN Marcílio Dias

Curiosidades

Murilo José da Silva, 72 anos, ponta esquerda do Marinheiro, em meados dos anos 70, relembra do respeito que o time da capital impunha aos adversários. “Os times da capital (Avaí e Figueira) eram os mais respeitados. Joguei contra o Avaí, em um amistoso. O placar foi 1 a 1 e o jogo aconteceu em Itajaí”, relata.  

Apesar de enfrentar o Leão da Ilha apenas uma vez, Murilo relembra como era o estádio do Leão naquela época. “O Avaí ainda jogava no velho Adolfo Konder. Campo conhecido como ‘Pasto do bode’. Esse nome era em referência aos animais que eram deixados no local. Cabritos pastavam no campo, assim a grama não crescia tanto. O campo é no local onde hoje fica o shopping Beira mar Norte”, conclui.