Home Futebol Marcílio Dias recebe o Juventus pela Copa SC neste domingo (3)

Marcílio Dias recebe o Juventus pela Copa SC neste domingo (3)

Marinheiro está invicto na competição enquanto Moleque Travesso ainda não sabe o que é vencer

por Luiz Mendes
0

Depois de 10 dias em preparação, o Clube Náutico Marcílio Dias volta a campo neste domingo (3), a partir das 15h, para encarar o Juventus de Jaraguá em jogo válido pela 3ª rodada da Copa Santa Catarina. O palco do duelo será o aniversariante da semana, o estádio Doutor Hercílio Luz, o Gigantão das Avenidas em Itajaí, que completa 100 anos neste sábado (2).

O último treino da equipe foi na quinta-feira (30), no próprio Gigantão das Avenidas, com preparação para o confronto contra o Moleque Travesso.

>> Leia também: Gigantão das Avenidas completa 100 anos neste sábado (2)

No último jogo do campeonato, confronto em que marcou a volta do público no Gigantão, a equipe de Itajaí ficou no empate sem gols com o Figueirense. Atualmente o Rubro-Anil é o terceiro colocado da competição com quatro pontos. Em dois jogos jogos o time do Vale coleciona uma vitória e uma derrota. Já o Moleque Travesso é o lanterna e ainda não somou nenhum ponto. Em dois jogos, o Tricolor de Jaraguá tem o retrospecto de duas derrotas.

Confira a tabela de classificação atualizada

Na última quinta-feira (30), o treinador Paulo Foiani participou da entrevista coletiva promovida na sala de imprensa do Gigantão das Avenidas. Na oportunidade, Foiani comentou sobre as expectativas para o duelo e a importância da vitória.

“Vejo que é um jogo de seis pontos. É óbvio que se a gente consegui vencer a gente se distancia bem do Juventus e já começa a pensar na classificação. Como sempre falo, não existe jogo fácil, independente da situação que o adversário se encontra e tenho certeza que isso irá acontecer no domingo. Mas dentro da nossas possibilidades, vamos entrar com uma equipe forte e com o mesmo objetivo de sempre que é vencer”, destaca Foiani.

Foiani comenta sobre as expectativas para o duelo e a importância da vitória

Além disso, o técnico do Marinheiro também ressaltou a responsabilidade do mando de campo e analisou como foi a volta do contato com os torcedores marcilistas.

“Sabemos que a obrigação nossa dentro de casa é vencer. Foi muito bacana ver a presença do torcedor novamente contra o Figueirense, foi algo que nos trouxe um ânimo a mais. Acredito que , como o esquenta galho foi liberado, no jogo contra o Juventus possam vir mais torcedores. A gente torce pra isso, pois dependemos muito deles, a nível de motivação, incentivo e vibração”, complementa o técnico marcilista.

Fotos: Bruno Golembiewski/CNMD